Maria Rita pede o fim dos ataques em relação a carreira

Maria Rita
Maria Rita e Elis Regina (Foto/Reprodução/Divulgação: Instagram)

Maria Rita pede o fim dos ataques em relação a carreira. A cantora sofre com as comparações com Elis Regina, sua mãe, desde antes de lançar seu primeiro disco em 2003. Depois de 9 anos, em 2012, Maria Rita lançou um projeto com regravações das músicas de Elis.

No entanto, a cantora gaúcha Maria Rita aproveitou a sua rede social para desabafar em relação aos ataques que vem sofrendo em sua carreira como cantora. De acordo com Maria, ela não queria ser comparada com a mãe no início da carreira, entretanto isso mudou quando começou a cantar o repertório de Elis Regina.

Nos acompanhe no Facebook, Instagram e Twitter. Acesse nosso grupo no Whatsapp e Telegram! Siga-nos no Google News.

“Acho curioso quando dizem que têm ranço de mim porque eu dizia que não gostaria que me comparassem à minha mãe (no início da minha carreira), mas gravei um disco/DVD em homenagem a ela (10 anos depois). Não querer que me comparem tinha –e tem– dois principais motivos: 1. Ser eu, ser livre para cometer meus erros e ter minhas conquistas, escrever uma história distinta à dela. 2. Ninguém se compara à incomparável. Ninguém”, começou o desabafo.

“Faz isso não. É feio. Ninguém gostaria de passar por isso –principalmente uma mãe. A não ser que a mãe fosse meio psicopata, que definitivamente não era o caso de minha mãe. Me deixa.”, afirmou Maria Rita.

“E sim: minha voz é mais grave e mais ‘suave’. Eu sou alto/contralto, minha mãe alto/soprano. Vale dar uma estudada para entender que, por causa disso, nossas extensões são diferentes. (Mas tem maestro que diz que minha extensão é incrível…) Para além disso: não, nossas interpretações não são iguais. E sim: as dela são e sempre serão infinitamente melhores –do que de quaisquer cantoras. Não só euzinha aqui. Né?”, comentou em sua rede social.

Personalidade e alívio

Alvo de fanáticos fãs de Elis Regina, Maria Rita explica que tem personalidade própria ao cantar, que Elis é de todos, mas a mãe é dela. Maria Rita também pede para aliviarem na crítica e ainda pontua que já tem uma carreira consolidada.

“E não: eu não a imito. 1. Eu não lembro de minha mãe. Zero. Zero lembrança. 2. Eu não cresci com YouTube. Não tinham documentários. Então não a imito. 3. Quando eu subo num palco, eu só penso naquele momento, em sobreviver. Foco na canção. Não penso nela. E nem em ninguém.”, continuou.

“Só quero buscar alguma paz dentro desse cenário onde a Elis é de todos, mas a mãe é minha. Aliviem, vai. Já tenho 20 anos de carreira, 8 Grammys, sei la quantas turnês pelo país e o mundo…Mas se quisesse: Minha mãe era F***!!! E eu estaria bemmmm no meu direito de me inspirar nessa mulher incrível… Meu direito e minha honra. Esse legado dela é o maior presente que ela me deixou”, pontuou Maria Rita.

Total
1
Shares
Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Previous Post
Boninho

Boninho participa de coletiva do Zeca Camargo

Next Post
Filha

Filha detona o ator André Gonçalves

Related Posts

This website uses cookies. By continuing to use this site, you accept our use of cookies.  Saiba mais