Record é acusada de beneficiar Pyong Lee em A Ilha Record

Traição usada como arma
A Ilha Record estreia no dia 26 de julho (Foto/Reprodução: Record TV)

Record é acusada de beneficiar Pyong Lee em A Ilha Record. O reality nem começou e já tem dado muito o que falar, uma repercussão que a Record TV não esperava. Entretanto, ainda não se sabe se tudo isso vai beneficiar o reality show.


De acordo com informações de Leo Dias no site Metropoles, um participante está acusando a Record TV de beneficiar o ex-BBB Pyong Lee nas provas de “A Ilha Record”.

“Existe uma prova que define o guardião da semana. Esse guardião fica imune, mas não pode participar das competições enquanto for guardião. Ele é apenas um líder do grupo. Quando o Pyong venceu a prova e virou o guardião, a emissora deixou ele participar das provas, mudando, assim, as regras na vez dele. Do início ao fim, beneficiam o Pyong e não sei qual o intuito da Record nisso”, afirmou o participante.

De acordo com uma fonte, a Record tem autonomia para alterar as regras quando quiser conforme estabelecido no contrato. Pela situação, é possível indicar que Pyong Lee foi longe na competição. As gravações da atração já foram encerradas no litoral do Rio de Janeiro. A apresentadora Sabrina Sato comandará a final do reality ao vivo, “A Ilha Record” estreia no dia 26 de julho na Record TV.