Márcio Canuto fala sobre a sua carreira

record paulistão Márcio Canuto-compressed
Márcio Canuto fará parte da equipe do Paulistão na Record TV (Foto: Reprodução)

Márcio Canuto fala sobre a sua carreira. O repórter já estava curtindo a aposentadoria quando a Record o convidou para participar da cobertura do Campeonato Paulista de 2022. Disposto a dizer não, Márcio Canuto mudou de ideia depois de uma reunião.

“Eu tinha desejado não fazer mais nada. Acontece que o Clovis [Rabelo] me ligou e marcou uma reunião com ele e o [Antonio] Guerreiro”, começou a falar sobre a proposta da Record TV.

Nos acompanhe no Facebook, Instagram e Twitter. Acesse nosso grupo no Whatsapp e Telegram! Siga-nos no Google News.

“Eu vim aqui para dizer não. Eu estava acordando a hora que queria e ia dizer não. Cheguei aqui e senti um clima com tanta vibração, de tanta confiança no que eu poderia fazer e nem sei se sou capaz de fazer metade do que eles esperam, mas vou me dedicar para isso. Eu saí daqui completamente mudado. Aconteceu de eu ter saudades do povão, de eu ter a necessidade de preencher a minha vida com outra coisa, outro tipo de sentimento e emoção. Na outra reunião a coisa foi muito mais efervescente e fizemos um contrato de cinco anos”, disse Márcio Canuto.

Carreira na Globo

Márcio Canuto começou a sua carreira em 1963 na TV Gazeta, afiliada da Globo no estado de Alagoas. De acordo com o TV Pop, o jornalista ficou por lá durante 30 anos. No entanto, chegou a Globo SP em 1998 no “SPTV”.

“Eu não queria sair de Maceió de jeito nenhum, eu tinha 30 anos de empresa, estava completamente estabilizado. Só na Gazeta eu tinha 30 anos entre rádio, jornal e a televisão. Tinha recusado convite para o Rio de Janeiro, para Recife e tinha a minha vida estável lá. Quando surgiu o convite do Amauri [Soares] e a história é a seguinte… A gente um dia foi almoçar com a Leilane Neubarth”, comentou.

“Eu disse: ‘Leilane, como é que você que era mulher da noite e agora tá fazendo o Bom Dia [Brasil], acordando 5 ou 4 da manhã’. Ela me disse que tinha sido chamada para uma reunião e ficou claro que eu não poderia dizer não. Aliás, ninguém aqui aceita um não, então, era bom pensar nisso. Dois meses depois, me liga o [Carlos Henrique] Schroder me dizendo que eu ia sair de Maceió. Eu projetei a Leilane falando: ‘não diga não’, mas eu não queria sair. Eu disse: ‘a essa altura do campeonato, eu admito todas as possibilidades. Nem sim, nem não’”, brincou ele.

Total
19
Shares
Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Previous Post
Thaís Fersoza

Globo sofre com surto de Covid no The Voice +

Next Post
Coringa

Coringa marca excelente audiência em exibição inédita

Related Posts

This website uses cookies. By continuing to use this site, you accept our use of cookies.  Saiba mais