A-Praça-é-Nossa-com-Carlos-Alberto-de-Nóbrega-audiência-do-SBT-consolidados

Flopando no Ibope, Carlos Alberto de Nóbrega perde a paciência e detona

Carlos Alberto de Nóbrega mostrou insatisfação com a emissora e decidiu reclamar publicamente. Em entrevista ao humorista Rafinha Bastos, ele revelou que não gosta do horário de exibição de A Praça É Nossa. O programa que enfrenta uma crise de audiência vai ao ar toda quinta-feira a partir das 23h15.

“O público quer rir, ainda mais nesse horário nojento que eu tenho: 23h30. Isso é uma coisa de uma crueldade que não tem tamanho”, expressou o apresentador.

Logo em seguida, Rafinha Bastos questionou a Carlos Alberto se o atual horário não seria bom justamente por ser uma faixa que as pessoas querem apenas relaxar, às de dormir. O apresentador de A Praça é Nossa rebateu: “Meu público é muito povão. O programa era sábado 22h, era o grande horário. Tive [programa nesse horário por] anos, mais de 10 anos. Ainda dava 30, dava 20 e tantos de audiência. Era uma loucura.”

Mas em seguida, Carlos Alberto de Nóbrega ponderou que o horário que gostaria de transferir seu tradicional programa de humor tem um problema comercial. “Não dá muita grana, não tem merchan porque no dia seguinte, o domingo, é só supermercado, o comércio, shopping.”