Categorias
Famosos

No mês de orgulho LGBTIQA+, Patrícia Abravanel defende direito de ser contra gay

O programa matutino Vem Pra Cá virou palco de um show de horrores protagonizado por Patrícia Abravanel. Enquanto, o programa repercutia a polêmica de Rafa Kaliamann e Caio Castro, a filha de Silvio Santos fez vários comentários com a intenção de defender os dois famosos, mas soaram de extrema ignorância, fazendo com que internautas e pessoas LGBTIQA+ se revoltasse na WEB.

“Eu acredito que nós mais velhos, filhos de pais conservadores, a gente está se abrindo, mas eu acho que é também um direito das pessoas respeitarem, porque não concordar em discordar, entendeu?”, disse Patrícia Abravanel.

“A gente pode ter opiniões diferentes, eu e o Cartolano, mas tudo bem… Tudo é muito enfatizado, tudo muito é muito polemizado, tudo é muito… Eu não acho, por exemplo, que o Caio Castro e a Rafa são preconceituosos ou são homofóbicos… Eu acho, Eu acho, realmente, que eles foram educados de outra maneira”. continuou a apresentadora.

Gabriel Cartolano até tentou intervir nos comentários da colega de trabalho, mas ela insistiu em compartilhar sua visão. “Como os LGBTs, Y, H, não sei, querem o respeito, eles têm que ser mais compreensivos com aqueles que hoje não entendem direito e estão se abrindo para isso”, completou Patrícia.

No final do programa, depois de um intervalo, a produção alertou a apresentadora e colocaram o fotográfico Gabriel Cardoso em uma tentativa de minimizar as falas ditas anteriormente. Ele explicou o motivo da sigla da comunidade crescer a cada ano.

O programa fez questão de esconder as falas da apresentadora e mostrar apenas a conclusão com o fotográfico do SBT. Os trechos já repercutiram em todas as redes sociais e o nome Patricia Abravanel foi parar nos assuntos mais comentados do momento.

Veja a repercussão:

Até o momento, a apresentadora não se pronunciou em suas redes sociais. A cada minuto, a repercussão das falas crescem nas redes sociais.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *