Bom Dia e Cia no SBT não terá apresentação de Silvia Abravanel-compressed (1)

Após Conexão Repórter, Bom Dia e Cia é a nova vítima da crise no SBT

O SBT está adotando uma nova política de contenção de gastos. A ordem é economizar e acabar com programas que estão dando prejuízo no canal. Isso aconteceu com o Conexão Repórter que deixa a programação da emissora no final de outubro, com o fim do contrato do Roberto Cabrini. Agora foi a vez do Bom Dia e Cia entrar na lista dos cortes.

De acordo com informações do site Notícias da TV, o canal decidiu que a atração infantil não contara mais com apresentação de Silvia Abravanel, tirando a participação do público e distribuição de prêmios. Por conta de um acidente de cavalo, a diretora e filha de Silvio Santos está fora da atração há 6 meses. Entretanto, mesmo recuperada, não voltará mais ao programa devido a nova ordem.

Também nos acompanhe no Facebook, Instagram e Twitter

A apreensão é uma das maiores na equipe do programa infantil, ainda segundo o texto, os funcionários que compõe o Bom Dia e Cia estão tensos e receosos com prováveis demissões. O SBT começará a finalizar contratos com funcionários em outubro e os primeiros da lista são os que estão em casa em razão da pandemia do covid-19.

A mudança no formato do Bom Dia e Cia está ligado diretamente ao faturamento. O programa de Silvio Abravanel não se paga, o que acontecia com Conexão Repórter. A estratégia da emissora é acabar com prejuízo, cortando os programas que não se mantém a próprias custas com publicidade.

Outra decisão acertada na emissora é fazer corte na dramaturgia. Com isso, a maioria dos contratos dos atores de Poliana será encerrado. Entende-se que não existe razão da emissora manter os artistas, se até agora não tem nenhuma previsão de quando as gravações irão retornar.

A pandemia do coronavírus é um dos grande pivô dessa crise, ela afetou todas as emissoras, derrubando drasticamente as receitas em todos os setores. Os cortes não são exclusivos do SBT. Por exemplo, a Globo que está acelerando o processo de contratos por obras, acabando de vez por todas com contratos fixos. Revogou contratos com a Libertadores, Fórmula 1 e Carioca somente este ano. E comenta-se que até a Copa do Mundo não está totalmente segura na emissora carioca.