A Usurpadora 2019 audiência Edir Macedo dono da Record TV-compressed

A Usurpadora faz o contrário do esperado e aumenta audiência da Record

As expectativas do SBT para impulsionar a programação noturna com as produções mexicanas foram por água à baixo. Isso é o que está sendo visto no decorrer da exibição da nova versão de A Usurpadora. A trama de 2019 da televisa afundou os números de audiência da emissora do Silvio Santos. Ao invés de fazer o que o canal esperava, ganhar público e lutar com a Record pela vice-liderança. Entretanto, ela ajudou ainda mais a concorrente.

De acordo com dados consolidados mensurados pelo Ibope, A Usurpadora estreou com 7,3 pontos de média na última quarta-feira (06). Apesar do bom resultado, o seu primeiro capítulo apresentou grande queda em comparação a atração anterior. No segundo dia, a produção afundou mais e garantiu apenas 5,8 pontos de média. Os dados são da Grande São Paulo.

Também nos acompanhe no Facebook, Instagram e Twitter

Ontem, 08, a nova versão de A Usurpadora acendeu o sinal vermelho do SBT. Isso porque, a novela desabou, chegando a marcar menos de 3 pontos em alguns minutos. De acordo com dados prévios. A Record com a novela Gênesis e Quando Chama O Coração se distanciou da emissora de Silvio Santos, e se isolou em segundo lugar.

Como resultado, a emissora tem se preocupando e a recente faixa de novelas mexicanas noturnas já está com risco de deixar de existir. Um dos problemas enfrentados por A Usurpadora é o público que recebe. A trama de 14 anos, recebe da novelinha infantil Carinha de Anjo. Claro que isso afetará seu desempenho.

Agora é esperar o que a direção irá fazer para conter a fugitiva dos telespectadores na programação noturna do SBT. Aliás, não é de hoje que o canal enfrenta crise de audiência na faixa, que deveria ser o horário nobre do canal.